Cão Social - Adestramento de Cães

Tamanho da fonte:
  • Diminuir tamanho da fonte
  • Aumentar tamanho da fonte
Telefone de contato 13 9117.5696

Artigos e Novidades

16/10/2008

A importância das correções

Por mais estranho que possa parecer, as correções ou punições como preferirem têm um papel importante e de destaque na sobrevivência de um cão, ou melhor, ainda na vida dos animais em geral inclusive dos seres humanos.

Os seres humanos são cercados de restrições e de possíveis punições no seu dia a dia basta parar para olhar, a sociedade e estruturada em pilares positivos e negativos como por exemplo você pode ser punido por desrespeitar um semáforo vermelho e a multa (punição), conseqüência por esse erro,  serve como uma barreira para o comportamento ruim do motorista que pode gerar algo mais grave como um acidente.

Vocês devem estar perguntando qual a vantagem da punição, teoricamente nenhuma porém a ausência dela nos traz benefícios no caso do nosso exemplo acima não seriamos autuados e não gastaríamos dinheiro com isso, a ausência da punição por si só e uma recompensa.

A magnitude dessa punição vai variar de acordo com o erro, ou seja, no nosso exemplo acima a  reincidência acarretará uma maior  pontuação computada no seu prontuário e assim por diante.

Poderíamos dar uma dezena de exemplos de como a punição esta presente na nossa vida desde o momento em que nascemos, porém isso não vem ao caso. O que eu quero dizer e que a punição realmente faz parte da vida dos seres vivos e não é diferente com os cães, ter a consciência de que um cão necessita de correções e gostar do seu cão e se interessar por ele , pois dessa forma você colocara barreiras para que comportamentos ruins não se fortaleçam, lembrando sempre que quando falo em punição estou falando de qualquer estimulação que venha a  provocar o cão no bom sentido e claro.

Utilizo o termo punição justamente pelo peso que essa palavra carrega e para que seja dada uma atenção especial na forma como essa estimulação será utilizada, porém falando em treinamento o termo correto seria reforço negativo que tem uma grande diferença comparado com a punição, continuaremos utilizando o termo punição para uma melhor compreensão de todos.

Quando falamos de cães temos que observar o equipamento a ser utilizado no sistema corretivo o procedimento a ser adotado tudo isso de acordo com o temperamento do cão, isso  para não cometermos o erro gravíssimo de tornar o cão resistente as punições o que não e nada benéfico para o cão. Até os métodos que teoricamente são 100% positivos envolvem punições, lembram - se quando digo que punição e qualquer estimulação que provoca o cão? Então a ausência do reforço positivo e uma punição negativa, a frustração e uma punição o termo PUNIÇÃO é o termo genérico que utilizamos para definir sistemas corretivos, sendo que alguns deles não envolvem contato físico como já foi exemplificado.

É impossível para o ser humano ou animal nascer, crescer e morrer sem ter  se deparado com punições, aprendemos que o gelo ou o fogo queimam que a faca corta que o dinheiro e insuficiente isso nos frustra e nos conduzem a outros caminhos (comportamentos).

A nossa diferença para o cão é o raciocínio lógico apurado e a capacidade da compreensão através do nosso sistema de comunicação a fala, o que torna mais fácil aprendermos o que e certo ou errado, mas mesmo com toda a nossa "inteligência" cometemos erros muito graves é só olhar as cadeias. Um cão de rua  vai aprender o que é bom ou ruim pelas experiências, isso para ele que dizer viver ou morrer.

Lembre-se que a linguagem dos cães é diferente da nossa e é nossa obrigação conduzir o cão doméstico para o caminho do acerto reforçando positivamente os seus bons comportamentos e punindo os ruins quando for o caso, isso embasado na teoria cientifica e na técnica, pois, punir não é maltratar o cão. Observem que mesmo de uma forma reduzida  falamos muito de  punição nesse texto, com o objetivo de que ela seja utilizada na forma e intensidade correta, nós não reagimos e sim agimos com a inteligência. Infelizmente podemos observar que os proprietários de cães punem os seus cães em demasia das mais variadas formas e nem se dão conta disso.

Lembrem se que o assunto comentado nesse artigo não é nada de novo é algo que a ciência já comprovou há décadas atrás, o sistema de correções e somente um dos componentes do adestramento sendo que esse adestramento sempre deve ser conduzido de uma forma positiva na construção dos comportamentos desejáveis, prevalecendo os reforços positivos em relação aos negativos.

É permitida reprodução desse artigo desde que sejam colocados os créditos de autoria e um link para www.caosocial.com.br

por carlos leite em 16/10/2008

Outros artigos


Ir para o Topo

Desenvolvido por: Triares