Cão Social - Adestramento de Cães

Tamanho da fonte:
  • Diminuir tamanho da fonte
  • Aumentar tamanho da fonte
Telefone de contato 13 9117.5696

Artigos e Novidades

18/07/2009

Potencializando o adestramento de seu Cão

Podemos afirmar que além das condições genéticas, os fatores ambientais exercem uma grande influência na educação e adestramento de um cão.Ou seja pode potencializar ou não os resultados.Treinadores de cães que exercem o seu trabalho à domicilio, sabem o quanto o ambiente pode ser importante para o desenvolvimento do adestramento, e também sabem o quanto esse ambiente é prejudicial quando conduzido de uma forma errada.Por mais esclarecido e atualizado que esse profissional seja muitas vezes encontra uma grande barreira para utilizar os estímulos positivos, principalmente quando o cão e saciado de suas necessidades básicas de uma forma errada.Quando isso ocorre os estímulos positivos passam a não ter valor para o cão sendo um fator que pode interferir no adestramento e educação pois, esses estímulos devem ser apresentados como reforço para os bons comportamentos , assim os fortalecendo aumentando as chances que aumente em sua frequência pela sua própria consequência.A má utilização dos estímulos negativos como por exemplos punições exageradas e fora da limiar do indivíduo em questão, também pode ser muito prejudicial para o treinamento,pois, muitas vezes o cão passa a criar uma resistência a esses estímulos o que não é nada benéfico no contexto geral da vida de um cão.

Ao contrário do que muitos pensam os cães não trabalham gratuitamente da mesma forma que nós seres humanos também não trabalhamos.Sempre existe algo que o motiva ( interesse) para que você execute um comportamento e muitas vezes essa motivação  é de origem desconhecida,imperceptível.Tomemos como exemplo: Uma pessoa trabalha pelo salário por mais que ela goste de seu emprego o grande motivador para o desempenho de suas funções é o salário, uma pessoa que executa um serviço voluntário não recebe nada material em troca, porém se auto recompensa pela sua atitude de ajudar alguém ou seja, se sente bem internamente com esse ato.Então podemos perceber que sempre existe algo que motiva os comportamentos e não é diferente com os cães com a diferença que por não possuírem um discernimento igual ao nosso por vezes se condicionam de forma errada devido ao reforçamento errado.Ex: O cão salta em mim eu o agrado, assim estou reforçando o salto esse comportamento será aumentado na sua frequência pela sua própria consequência e será cada vez mais estabelecido e com o passar do tempo geralmente quando o cão deixa de ser filhote passamos a criticar a atitude do cão, sendo que esse comportamento ocorre devido a um erro cometido na apresentação das estimulações.Podemos concluir que cães que são treinados em um meio controlado tendem a ser mais educados e obedientes e com menores chances de  apresentarem problemas.Abaixo algumas condutas que podem aumentar a eficiência das estimulações durante um treinamento:

  1. Nunca punir o cão e sim o comportamento errado, isso quer dizer que quando o cão deixa de errar qualquer coisa que o esteja incomodando deve deixar de existir;
  2. Procure utilizar o alimento ou petiscos de seu cão como algo construtivo, ( como reforço) para comportamentos aceitavéis;
  3. Se o seu cão está sendo adestrado e você passeia com ele regularmente, pelo ao menos uma hora antes da chegada do adestrador contenha o cão em um recinto, ou caixa de transporte por exemplo, isso irá propiciar um aumento de energia e vontade de trabalhar no anseio de ganhar a liberdade;
  4. Quando utilizar petiscos para ensinar o cão, esse não pode ser em grande quantidade e sim pequenos pedaços a fim de manter o cão motivado com o gostinho de quero mais;

São pequenos detalhes que podem fazer uma grande diferença na qualidade e tempo do adestramento, devemos ser observadores e precisos ao máximo na comunicação com os nossos cães.

por carlos leite

Outros artigos


Ir para o Topo

Desenvolvido por: Triares