Cão Social - Adestramento de Cães

Tamanho da fonte:
  • Diminuir tamanho da fonte
  • Aumentar tamanho da fonte
Telefone de contato 13 9117.5696

Artigos e Novidades

02/10/2009

Ensinando o cão a ficar

Apesar de ser um comando relativamente fácil de ser ensinado muitos donos de cães, acabam por desistir no meio do caminho. Acredito que essa desistência ocorre a partir do momento em que o cão passa a quebrar o exercício.Isso ocorre principalmente por não ser respeitada as fases de aprendizagem que todo comportamento passa e não seria diferente com o fica.Quando queremos ensinar o comando fica com RP, devemos escolher um local com poucas distrações pois, não queremos disputar com o ambiente e também devido ao fato de que as distrações serão inseridas mais tarde, esse pontos deve ser observado principalmente se o seu cão for inseguro ou muito reativo a movimentos.Existe uma seqüência a ser seguida no aprendizado do fica e na minha opinião muito inteligente e lógica ,pois, divide o exercício por parte diminuindo a quantidade de informações para o cão processar o que torna o processo muito mais rápido e divertido para ambos.
1ª Fase  ( Tempo )
Devemos iniciar o adestramento do fica pelo tempo que o animal irá permanecer na posição, esse procedimento e necessário antes de qualquer outro.Os motivos que nos leva a isso é simples o cão têm que aprender a permanecer no local por X tempo e para isso sua musculatura deve ser adaptada para esse tipo de esforço.Um militar não se posiciona na posição de sentido ( imóvel ) por um longo período de tempo da noite para o dia ele recebeu um treinamento para isso.
Procedemos da seguinte maneira pegamos a recompensa que o cão mais gosta e posicionamos o cão na posição senta ou deita , mentalmente estabeleceremos um critério nesse caso (TEMPO), podemos começar com 5 a 10 segundos aumentando gradativamente até chegar a uma fração de tempo considerável.Lembrando que a liberação do cão será dada por nós , se no caso o cão estiver sendo treinado com o CLICKER no início fique ao seu lado e clique algumas vezes diminuindo a quantidade de cliques aos passar das sessões. No caso de não utilizar o clique após cada fração de tempo cumprida pelo cão diga ok e ofereça a recompensa. Obs: faça esse treino em posições variadas em frente ao cão, ao lado e atrás.
2ªFase ( Distrações)
Passada a fase acima entraremos na fase das distrações a qual irá solidificar o exercício,pois, de nada adianta o cão saber o exercício e quebrar a posição no mínimo de alteração no ambiente.
Partindo princípio de que o animal já permanece no local por algum tempo iremos adicionar as distrações de forma gradativa , podemos começar mexendo um de nossos braço, dando um passo lateral, dando um pequeno passo para trás,quicando uma bolinha ao chão.Conforme o cão for entendendo o exercício as dificuldades aumentam use a imaginação.Não esquecendo de recompensar o cão a cada permanência mediante as distrações.
3ªFase ( Distância )
Por fim após passar pelas fases descritas acima passamos a adicionar distância , sendo que após uma breve avaliação do seu cão você decidirá qual será ela , se os passos anteriores ficaram bem estabelecido podemos começar com um passos largo.Um detalhe muito importante  a ser observado no treino da distância e o fato de que quando as distâncias ainda forem pequenas após a liberação o brinquedo deve ser lançado na direção do cão ou para trás dele, isso previne problemas do tipo o cão se antecipar para sair atrás da recompensa,porém, quando as distâncias forem maiores adotaremos como postura voltar até o cão para libera-ló.

Durante essa fase também pode ser inserida  distrações.Bom no mais e treinar muito, além de ter a famosa  paciência o que é fundamental cada cão tem o seu tempo trabalhe no tempo de seu cão.

Sessões curtas de treinamento trarão melhores resultados duas a três sessões diária de 5 a 10 minutos normalmente fluem muito bem.O mais importante sempre será a qualidade do treino e não a quantidade.

Outros artigos


Ir para o Topo

Desenvolvido por: Triares